🇵🇹 Clube Portugal - Finanças

Por curiosidade fui ver o video,
Nao sei se a informação esta 100%, estao a classificar como sendo um juro, e nao sei se pela T212 tambem o classificam como juro… no entanto deve estar por aqui mais alguém bem entendido na matéria. ( pelo menos melhor que eu :wink:

Na verdade, mesmo que nao seja esse o campo, o valor a declarar e imposto deve ser o mesmo, ou seja a AT nao deve criar grandes problemas.

Desculpem a falta pontuacao…

Abraco

Boa noite a todos, tenho dúvidas em como transcrever os valores de aquisição e venda para o IRS. No meu caso, eu tenho a conta em euros no entanto troquei essa moeda por dólares dentro da trading212. Com os dólares, realizei compras e vendas de ativos nos EUA e agora não sei como faço para declarar essas mais valias e como faço a taxa de câmbio para euros sendo que fiz tudo em dólares. Alguém pode dar uma ajuda?

Boas! O principio é o mesmo da valorizacao das vendas. Terá de aplicar o metodo FIFO e calcular as accoes que comprou utilizando cada conversao de euros para usd. Vai ser bastante trabalhoso se nao mantem um controlo/diario de compras e vendas.

1 Like

Que tal a experiência a utilizar o Tax-wizard.eu? Qualquer dúvida que tenham e que vos possa ajudar estou por aqui

1 Like

Bem-vindo à nossa comunidade @joaoppereira !

Curiosamente, ouvi há uns dias atrás a tua conversa com o Luís Lobo Jordão do FP Stoik. :wink:

Olá @RLX , obrigado!

Espero que tenhas gostado do podcast, para mim foi o primeiro e achei a experiência muito interessante!

1 Like

Olá a todos. Tenho alguns pies na trading 212 . Tenho pies com 50 acções. Quando vender não existe um método de ficheiro que descarregue automaticamente no site das finanças para simplificar o trabalho? Fazer introdução de dados uma a uma vai ser árduo. O que sabem sobre isto. Obrigado. Bem hajam

Bom dia, que eu conheça não. Se utilizares a XTB como correctora, parte da declaracao ja estara preenchida com os dados que eles mandam para a AT, quando criares os anexos da declaração de IRS. Isto acontece porque a XTB tem um escritorio e esta representada em Portugal. De realçar que o metodo de custeio seguido pela XTB é o exigido pelo CIRS ou seja fifo pelo.que é possivel.estw pre preenchimento.
No caso da T212 nao existe este pre.prenchimento da declaracao (nao faço ideia de que informação é transmitida pela t212 á AT) e ate porque o metodo de custeio seguido nao é o fifo
Espero.que ajude

2 Likes

Obrigado pela ajuda. Estou a pensar em não fazer nada este ano e ver no que dá. Até porque comecei no fim de 2023 e os proveitos são ridículos para aí uns 10 euros de lucro. Será que sou apanhado? Lol.

A minha experiência foi tranquila, primeiro vez que usei e pensei que ia ter de apresentar todos os PDF que a Trading212 me envia mas não, apenas um PDF desde que comecei a usar a Trading212 até ao fim de 2023 e está feito, mas há uma coisa que acho que faz falta, um histórico, pois após fazer o processo todo e ele criar o que tem de criar , se fechar a página desaparece tudo, nem sei se repetir o processo tenho de pagar novamente, acho que não, mas podia ficar no histórico a declaração que criou.

Ou poder gravar 1 ficheiro (especifico ou não do software), de forma que possa ser aberto em futuras sessões. :wink:

O @Caricp já explicou o maior. Complementando, existem brokers/bancos que comunicam directamente com as autoridades fiscais, mas é apenas o fisco nacional de aonde estão localizados.

Exemplos, brokers/bancos localizados na Alemanha comunicam com o fisco Alemão, os brokers/bancos localizados em Portugal comunicam com o fisco Português. Fazem isso, porque são obrigados pela legislação de cada país, senão não faziam.

Estás a ver os bancos/brokers a informar os fiscos de todos os países dos seus clientes, quando não obrigados por lei, e quando irão ter custos e trabalho extras? :wink:

Existem possíveis soluções:

  • Excel
  • Software fiscal
  • Ser mais selectivo no número de transações (e no seu valor)

A não ser que sejas um top stock picker e tenhas imenso tempo para seguir e gerir todas ações, se calhar com ETFs tinhas os mesmos ou melhores resultados e com muito menos trabalho (tanto de gestão de investimento como administrativo/fiscal).

É que para declarações fiscais, terás que declarar os ganhos/perdas com as vendas, mas também os ganhos com dividendos e juros. E será que andar a anotar tostões de cada dividendo ou compras/vendas de valores muito pequenos compensa o trabalho? :wink:

PS: Ter investimentos com valores reduzidos, muitos podem nem receber dividendos porque os dividendos são inferiores a 0.01€.

1 Like

É uma excelente ideia, não foi implementado porque tínhamos, quando lançamos em 2021, muitas dúvidas sobre privacidade e por isso não guardamos dados. Mas vamos lançar a opção de guardar ou usar como está, uma espécie de configuração. Obrigado

2 Likes

Até pode ser um ficheiro XML ou mesmo um CSV, que o utilizador grava no seu computador. E depois pode abrir no teu software.

(A AT também permite a gravação de um ficheiro que pode usado mais tarde noutra sessão.)

Presumo que a evolução natural do teu software seja ter a opção de portfolio management. :wink:

1 Like

Sim, o Tax-wizard já permite exportar vários tipos de ficheiros, incluindo o ficheiro para depois importar diretamente no site da AT a declaração de IRS completa já com os investimentos. Não custava nada permitir exportar um ficheiro para re-utilizar, sem dúvida.

Sim, a evolução do Tax-wizard será essa, uma ferramenta para gerir o portfólio com integração fácil com os Brokers (como já tem através da importação automática) e com a AT (que também já tem através do preenchimento automático da declaração de IRS). So falta mesmo a parte de ter uma possibilidade de gestão contínua do portfólio que é algo que arranca ainda este ano. Espero no final do ano já ter um bom conjunto de funcionalidades que permita abrir ao público :muscle:

2 Likes

Boa tarde.
Vim a saber que na t212 nós não somos os donos das ações e etfs. Vocês sentem se confortáveis a investir na corretora mesmo sabendo isso?

Bem-vindo à nossa comunidade, @Jabato91!

Guess what, arrisco-me a dizer que a maioria (para não dizer a totalidade) dos brokers e bancos, estrangeiros ou nacionais, os clientes não são os “donos” das acções/ETFs/etc.

O maior detentor acções US é a DTCC, para facilitar a transmissão das acções e reduzir custos. Na cadeia de detenção de títulos, este é 1º detentor, assim serão bancos custodiantes. depois os bancos/brokers, e no fim os clientes dos bancos/brokers.
Para outros títulos e outros países/regiões, existem outros “DTCC”.

Cada player tem registos internos que identifica os clientes, a DTCC sabe tem x ações do Custodiante A, o Custodiante A do banco ou broker XYZ, banco ou broker XYZ sabe tem ações x do cliente 12345.

Nós somos na realidade o beneficiário final, apesar dos nossos títulos estão em nome de outros players.

1 Like